Como Limpar o Cache de Aplicativos Android?

Quer saber Como Limpar o Cache de Aplicativos Android? Então continue lendo o artigo. 🙂

Para que funcionem bem, os aplicativos do Android criam arquivos temporários que armazenam dados e aceleram seu funcionamento. Com o tempo, no entanto, esses arquivos temporários acabam congestionando o cache de seu aparelho, deixando o smartphone lento.

Para liberar espaço na memória interna do aparelho e garantir que ele funcione mais rapidamente, é importante limpar o cache de aplicativos. Você sabe como fazer isso?

Como-Limpar-o-Cache-de-Aplicativos-Android
Foto: Pixabay

Para ajudar os usuários de aparelhos Android que querem resolver esse problema, preparamos um tutorial com tudo o que você precisa saber para limpar a memória de seu dispositivo e tê-lo como se fosse novo.

Limpar o Cache de Aplicativos Android: Liberando memória do seu aparelho

Para limpar o cache de aplicativos, acesse as configurações de seu aparelho Android, vá até a seção dispositivos e clique em aplicativos.

Em seguida, basta selecionar o aplicativo que deseja limpar o cache e selecionar a opção para apagar os dados armazenados nesse tipo de memória.

Como o procedimento é realizado individualmente, é preciso selecionar os aplicativos um a um, limpando cada um deles.

Além de limpar o cache de aplicativos, essa funcionalidade dos dispositivos Android permite também ao usuário liberar espaço na memória do aplicativo, através da opção “limpar dados”.

Neste caso, é importante saber que informações como contas, configurações e progressos de jogos serão apagados. Caso queira realmente liberar esse espaço, basta clicar em “ok”.

Porque limpar o cache dos aparelhos Android?

Por se tratar de um depósito temporário de memória, onde são armazenadas diversas informações capturadas por aplicativos, a memória cache costuma ficar cheia rapidamente.

Quando está muito cheia, essa memória prejudica o funcionamento do aparelho, deixando o dispositivo muito lento.

Por isso, é importante fazer uma limpeza periódica do aparelho, para liberar espaço e melhorar o funcionamento do dispositivo.

Entretanto, apesar de positivo, o aplicativo só deve ser limpo quando começar a apresentar problemas recorrentes, como travamentos, ou o usuário precisar mesmo de memória.

Porque limpar os dados dos aparelhos Android?

Assim como o cache cheio, o excesso de dados armazenados em smartphones com sistema operacional Android pode deixá-lo lento e sem memória para realizar processos simples.

Quando isso acontece, é hora de apagar os dados dos aplicativos. No entanto, é importante saber que várias informações serão perdidas nesse processo, e sempre que você for utilizar um aplicativo que tenha passado por esse processo, será como se ele tivesse acabado de ser instalado.

Por isso, a limpeza de dados deve ser feita apenas quando o aplicativo se comporta de maneira estranha, com opções de acesso que não aparecem ou não respondem ou, ainda, para solucionar problemas de funcionamento de aplicativos que já tenham passado pela limpeza de cache e continuem apresentando problemas.

Assim como o cache, a limpeza de dados não deve ser feita diariamente, pois influencia o funcionamento de aplicativos, principalmente aqueles que tem contas ou progressos salvos, como jogos.

Conclusão:

Embora pareça complicado à primeira vista, limpar o cache de aplicativos é bem simples, e pode trazer efeitos positivos, desde que o usuário respeite todos os procedimentos.

Gostou do artigo? Compartilhe com todos as pessoas que você deseja! 🙂

 

Como Recuperar Fotos Apagadas do Google Fotos?

Apagou sem querer e agora precisa saber como recuperar fotos apagadas do Google Fotos? Continue lendo! 🙂

Para quem tira muitas fotos com seu smartphone, reservar um espaço no aparelho para guardar tudo isso é um problema. Muitas vezes, nos vemos diante de um dilema: apagar qual foto?

Para ajudar a resolver esse problema, o Google Fotos é uma verdadeira mão na hora. Com bastante espaço livre, o aplicativo permite que o usuário faça backup das fotos captadas pelo aparelho, que ficam armazenadas em nuvem, deixando a memória de seu telefone livre.

Apesar de ser muito simples de usar, alguns usuários podem, acidentalmente, apagar imagens que gostariam de manter. E agora, o que fazer?

A boa notícia é: existe uma maneira para recuperar fotos apagadas do Google. Não sabe como? Podemos lhe ajudar, com o tutorial que preparamos. Boa leitura.

Como recuperar fotos apagadas por acidente no Google fotos

Para conseguir recuperar fotos apagadas do Google, o usuário pode utilizar o próprio aplicativo. O caminho é bem semelhante, independente do sistema operacional do aparelho.

Para os usuários de iPhone, por exemplo, basta abrir o aplicativo e tocar a opção lixeira, vista no menu superior.

Em seguida, basta manter a imagem pressionada para recuperar fotos apagadas do Google. Aqui, você pode selecionar quantas imagens quiser. Depois, é só clicar na seta em formato circular, que fica ao lado da lixeira e, pronto, suas fotos estarão de volta.

Já para os usuários de Android que querem recuperar fotos apagadas do Google, o caminho é exatamente o mesmo: menu, opção lixeira, selecione quantas imagens deseja recuperar e, pronto, imagens devolvidas.

Atenção: esse caminho é possível apenas para imagens que foram apagadas por acidente por menos de 60 dias, período em que o Google mantém arquivos na lixeira antes de serem eliminados do aparelho permanentemente.

Já se passaram 60 dias, e agora?

Para recuperar fotos apagadas do Google com mais de 60 dias, é preciso que o usuário, de smartphones Android, instale um aplicativo em seu aparelho: um software de recuperação de dados.

Aqui, basta seguir o seguinte passo a passo: primeiramente, abra o aplicativo e conecte seu celular a um computador. Clique em iniciar para que o software reconheça e se conecte ao dispositivo.

Depois de conectado, o software identificará rapidamente todos os arquivos, inclusive os perdidos.

Em seguida, basta pré-visualizar todos os arquivos recuperáveis individualmente e selecione-os um a um. Para facilitar, selecione a opção “exibir somente arquivos excluídos”.  Após esse passo, basta clicar em recuperar, para recuperar fotos apagadas do Google.

Tenho um iPhone. E agora?

Para os usuários de iOS, embora não exista um programa nos moldes do desenvolvido para os dispositivos Android, é possível recuperar essas imagens, desde tenha sido feito um backup do aparelho antes de 60 dias.

Neste caso, as fotos ficarão salvas no backup do aparelho, sendo possível trazer de volta as imagens apagadas por acidente.

Para isso, basta fazer login no site do iCloud, clicar em fotos, aguardar o carregamento e, então, clicar naquelas que deseja recuperar. É possível baixar uma ou várias fotos de uma única vez.

Conclusão:

Agora que você já sabe Como Recuperar Fotos Apagadas do Google Fotos, não entre em pânico! Gostou do artigo? Compartilhe com todos as pessoas que você deseja! 🙂

 

Como usar o Google Maps e Gastar menos Bateria?

Usar o Google Maps é uma verdadeira mão na roda para os motoristas das grandes cidades, final o aplicativo ajuda a encontrar rotas para todos os lugares e até dá dicas de restaurantes, shows e eventos, por exemplo.

Mas, quem usa esse aplicativo nota rapidamente um consumo enorme de bateria. Isso acontece porque, para funcionar adequadamente, o Google Maps não precisa apenas “estar ligado”.

Quando você decide usar o Google Maps, ele segue procurando conexões de dados a todo o instante, para triangular as antenas e colocar o GPS para funcionar. Mas, e então, como utilizar o aplicativo sem acabar com a sua bateria? Seguindo as dicas que traremos aqui.

Como-usar-o-Google-Maps-e-Gastar-menos-Bateria
Foto: Pixabay

Veja agora Como usar o Google Maps de forma Econômica:

1 – Desativar o update automático de outros aplicativos

Quando você for usar o Google Maps e quiser economizar a bateria, uma dica muito útil é desativar as atualizações automáticas de outros aplicativos.

2 – Desligar o brilho automático da tela

A tela de um smartphone consome muita bateria. Por isso, quando for utilizar o aplicativo e quiser economizar, uma boa saída é desligar o brilho automático da tela.

3 – Desativar os dados em segundo plano

Enquanto estiver usando o aplicativo, desative o consumo de dados em segundo plano, para evitar que outros aplicativos consumam a bateria de seu smartphone.

4 – Desligue a tela quando não estiver sendo usada

Quando usar o Google Maps e quiser economizar bateria, desligue a tela, ativando a função de navegação ativada por voz. Assim, você ouvirá os comandos, e não precisará visualizá-los na tela.

Para usar essa opção, basta escolher a modalidade com som na tela de configuração de rota, assim a assistente de voz do aplicativo ditará todo o caminho. Caso selecione ser avisado apenas de alertas, os únicos avisos que serão dados são de problemas e perigos na rota.

5 – Usando a versão offline

Quem deseja economizar bastante bateria pode usar o Google Maps na versão offline. Aqui, o aplicativo não tem tantos recursos quanto sua versão online, porém ele permite que o usuário baixe toda a rota.

Entretanto, essa opção requer bastante espaço livre, pois um mapa baixado ocupa, em média, 300 mb da memória de seu aparelho.

6 – Usando a versão offline com o modo avião

Quem precisa usar o aplicativo e não pode carregar a bateria, pode utilizar a versão offline do Google Maps, com um mapa que tenha baixado anteriormente e, então, ativar a navegação em modo avião.

Porém, é importante saber que, nesse tipo de uso, não é possível obter os dados de trânsito, e a localização do motorista não ficará precisa, pois o aparelho não conseguirá acessar as redes WiFi.

7 – Mudar o modo de localização

Quem usa o Google Maps e precisa economizar a bateria pode mudar o modo de localização, retirando a precisão do aplicativo. Aqui, basta selecionar a opção de economia de bateria.

8 – Desligar o trânsito e o satélite

Outra forma de economia de bateria no aplicativo é desligar a função trânsito no aplicativo. Além de economizar dados móveis, essa opção ajudará a poupar bateria, já que o app não precisará se conectar a outros para solicitar os dados.

Conclusão:

Agora que você já sabe como usar o Google Maps de maneira econômica, tem mais uma opção além do famoso app Waze. Gostou do artigo? Compartilhe com todos as pessoas que você deseja! 🙂